Bem-vindos ao mundo da geografia - buscamos nesse blog compartilhar conhecimentos e debater ideias.

domingo, 30 de maio de 2010

FATORES E ELEMENTOS DO CLIMA

FATORES DO CLIMA

Latitude – as diferenças de latitude ou de localização das zonas climáticas podem alterar tanto a temperatura como a pressão atmosférica.

● menor latitude = maior temperatura/menor pressão. Ex: zona equatorial.

● maior latitude = menor temperatura/ maior pressão. Ex: zona polar

Altitude

● menor altitude = maior temperatura/maior pressão

● maior altitude = menor temperatura/menor pressão

Maritimidade e Continentalidade – a influência do mar, ou maritimidade, é um importante regulador do clima de regiões litorâneas. Essas regiões têm temperaturas mais amenas e com pequenas variações. Os ventos carregados de umidade vindos dos oceanos tornam essas regiões mais úmidas e chuvosas.
As áreas situadas no interior dos continentes não têm essas características. No interior dos continentes, a amplitude térmica aumenta e as chuvas diminuem, pois os ventos vão perdendo umidade, à medida que penetram nos continentes.

Correntes Marítimas – são verdadeiros rios dentro do mar, modificadores do clima. As correntes quentes podem amenizar o clima, como faz a corrente do Golfo em relação ao clima da Europa ocidental. Correntes frias podem ser responsáveis pelo aparecimento de regiões desérticas.

Vegetação – emite determinadas quantias de vapor de água, influenciando o ciclo hidrológico de uma região.

OS ELEMENTOS DO CLIMA

Temperatura - é a quantidade de calor na atmosfera. A energia primária do Sol aquece a superfície da Terra (a hidrosfera e a litosfera) e esta irradia calor para o ar; portanto, a temperatura do ar é um calor indireto, já que é irradiado da superfície para a atmosfera.

A umidade do ar – a umidade atmosférica (quantidade de vapor de água existente no ar) varia de um lugar para o outro e até em um mesmo lugar, dependendo do dia, do mês ou da estação do ano.
Quando o vapor de água da atmosfera atinge seu ponto de saturação, ocorrem as precipitações, que podem se apresentar sob várias formas: chuva, neve e granizo. São as chamadas precipitações não superficiais, porque a condensação acontece nas camadas mais elevadas da atmosfera. Quando a condensação ocorre junto à superfície, forma-se o orvalho, a geada e o nevoeiro, que por isso são considerados condensações superficiais, e não propriamente precipitações.

PRECIPITAÇÕES NÃO SUPERFICIAIS

Chuvas – resultam da conjugação de dois fatores: o vapor de água atingir seu ponto de saturação e a queda de temperatura da atmosfera. Podem se formar de três maneiras:

Chuvas convectivas – ocorre quando o ar, em ascensão vertical, se resfria (em contato com as camadas mais frias), se condensa e se precipita sob forma de chuva:

Chuvas de montanha ou orográficas – ocorrem com a ascensão e o resfriamento do ar, quando tem de ultrapassar barreiras montanhosas:

Chuvas frontais – resultam do choque de uma massa de ar fria (e seca) com uma massa de ar quente ( e úmida)

Pressão Atmosférica – o peso que o ar exerce sobre a superfície terrestre é chamado de pressão atmosférica. Como esse peso não é exercido de maneira uniforme em todos os lugares, as diferenças de pressão originam os ventos.

Os ventos deslocam-se sempre das áreas de alta pressão (áreas frias) para as áreas de baixa pressão (áreas quentes).
Massas de ar – porções da atmosfera que reúnem determinadas condições de temperatura, pressão e umidade.


Massa equatorial continental (mEc) – Originária da Amazônia ocidental – área de baixa latitude e muitos rios. É uma massa de ar quente, úmido e instável. Atinge praticamente todas as regiões durante o verão no hemisfério sul, provocando chuvas. No inverno, a mEc recua e sua ação fica restrita à Amazônia ocidental.
Massa tropical atlântica (mTa) – Também de ar quente e úmido, origina-se no atlântico sul. Atua na faixa litorânea e é praticamente constante durante todo o ano. No inverno, a mTa encontra a única massa de ar frio atuante no Brasil, a mPa, cujo encontro provoca as chuvas frontais do litoral nordestino. No Sul e Sudeste, o encontro da mTa com as área elevadas da serra do Mar provocam as chuvas orográficas.
Massa polar atlântica (mPa) – De ar frio e úmido. Atua principalmente no inverno. Em virtude das baixas altitudes da área central do território brasileiro (planaltos rebaixados), no inverno essa massa chega a atingir a Amazônia ocidental, e provoca baixa de temperaturas. Como dito acima, essa massa encontra a mTa no litoral do Nordeste no inverno, provocando as chuvas frontais.
Massa equatorial atlântica (mEa) – Massa de ar quente e úmido. Atua principalmente durante a primavera e o verão no litoral do Norte e Nordeste. Conforme avança para dentro do país, perde a umidade.
Massa tropical continental (mTc) – Origina-se na região do Chaco, Paraguai, que é uma zona de altas temperaturas e pouca umidade, que a torna a única massa de ar quente e seco. Também provoca um bloqueio que detém as massas de ar frio, mormente nos meses de maio e junho.

38 comentários:

Anônimo disse...

esta muito bem feito

Anônimo disse...

parabéns, adorei o trabalho!

Anônimo disse...

OTÍMO MUITO BEM EXPLICADO

Carina disse...

Me ajudou bastante no entendimento do assunto.

Anônimo disse...

mt bom
ajudo mt a mim e aposto q ajudou aos outros tb, ótimo trabalho continue assim

patricia disse...

vc é muito foda...
ja ganhei 2 pontos no seu , ou melhor, meu trabalho..
vlw..adorei

amooo meu namorado! disse...

adorei ganhei 10 ponto por esse trabalho
vlw ...

Anônimo disse...

Valeu ajudou muito :)

Anônimo disse...

adorei!
tá muito bem explicado

drielle disse...

obrigada por mim ajudar !!!
esse trabalho tá otimo

Anônimo disse...

ótimo!

Anônimo disse...

esta muito bom,
muito bem organizado e explicado, facil de entender.
parabéns !!

Anônimo disse...

Mt bom ... Mas falta algumas coisas º-º

Natália disse...

Parabéns!! artigo muuuito bom!

Anônimo disse...

AADDDDDDDDDOOOOOOOORRRRRRRREEEEEEEEEEEEIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII..................KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

não gostei

Anônimo disse...

mt bom mas va pondo mais coisas ;)

Anônimo disse...

fixe

Anônimo disse...

umidade ou humidade

lary dyckel disse...

nossa mó dá hora essa explicaçao...
entendi perfeitamente...parabens marcio...

pacan 21 disse...

ajudou me bastante para o teste de geografia
otimo::::::excelente

Anônimo disse...

powwwww que legalgostei

Anônimo disse...

otimo

Anônimo disse...

QUE MASSA!!!

Anônimo disse...

exelente

Anônimo disse...

muito bom

Anônimo disse...

muito bom

Anônimo disse...

boa

Anônimo disse...

Um pouco diferente do que aprendi, mas melhor!!

Anônimo disse...

me ajudou muito em um trabalho de geografia

valeu!!!!!!!!!!!!!11

Anônimo disse...

Adorei!!!

Anônimo disse...

gostei de sua esplicaçao me ajudou d+ no trabalho de geografia

Giulia Donatelli Baena disse...

usei para meu trabalho !!! valew bjcas

Anônimo disse...

passei na prova de geografia foi muito bom!!!!!!

isabella v disse...

GENTE PARECE MINHA APOSTILA EU AMEIIIIIII VALEU MESMO !!!!!

Anônimo disse...

Muito bom,ajudou bastante :)

Anônimo disse...

Obrigada ajudou muito na minha pesquisa

Duda Barros disse...

Obrigada ajudou muito no meu trabalho!!

Postar um comentário